quarta-feira, 19 fevereiro 2020

Dia do mar AEGE 2019

Comemorou-se a 15 de novembro mais um Dia Nacional do Mar. Portugal é mar, pelo que é incontornável realçar a sua importância para a economia e para o desenvolvimento nacional. Neste dia em que o mar foi celebrado de forma especial, os nossos alunos tiveram oportunidade de jogar o jogo "Peixes de Portugal", de modo a poderem reconhecer algumas das espécies da costa portuguesa, e conhecer melhor algumas das tecnologias usadas para explorar os fundos marinhos. Nas aulas de Ciências viram-se pequenos documentários, e foram aplicados quizzes sobre invertebrados marinhos e sobre poluição marítima.
A importância do mar fê-lo tema para o segundo livro de Sophia de Mello Breyner, "Dia do Mar", um mar como fonte de purificação e lugar onde tudo adquire sentido. Decorridos cem anos do nascimento da poetisa que buscou a perfeição, pureza e harmonia em lugares como o mar ou a praia, procurámos ilustrar, e declamar na rádio escolar, os seus versos simples mas plenos de sentido para todos os que têm uma ligação afetiva com o mar.
 

Comemoração do Dia Nacional do Mar no jardim de Infância da GE Norte

No âmbito da comemoração do dia nacional do mar, os alunos do Pré-escolar do Jardim de Infância do Norte fizeram uma visita ao Museu Marítimo de Ílhavo no dia 13 de novembro.

Participaram numa atividade relacionada com a problemática do lixo marinho, articulando com o tema “os sentidos” que estão a desenvolver paralelamente. Deste modo, descobriram com os olhos e as mãos todos os materiais que estavam espalhados num tabuleiro com areia. Desenharam a praia. Sem lixo! Visitaram de seguida a sala da Faina Maior onde foram contadas estórias dos antepassados que se dedicavam à pesca do bacalhau.

Esta visita terminou com a observação dos bacalhaus no aquário, permitindo um maior conhecimento desta espécie.


 

Dia Nacional do Mar na Escola Básica da Costa Nova

O Dia Nacional do Mar foi celebrado, na escola básica da Costa Nova, no passado dia 15 de novembro, com destaque para a valorização do mar português. A atividade iniciou-se na sala de aula com a exploração do mapa “Portugal É Mar” que apresenta a realidade territorial portuguesa.  Considerando o nosso território em todas as suas dimensões (marítima e terrestre), 97% de Portugal é Mar. De seguida, os alunos visitaram o mercado do peixe da Costa Nova onde puderam adquirir alguns peixes da costa portuguesa, para fazerem o reconhecimento de algumas das suas características na sala de aula.


 

Ação de sensibilização no AEGE para o risco de tsunami

Dia 5 de novembro comemorou-se o dia mundial de sensibilização para o risco de tsunami, instituído pelas Nações Unidas. Apesar de raros, os tsunamis podem ser extremamente devastadores e mortais.  É assim muito importante a prevenção, o reconhecimento dos sinais de tsunami e compreender as medidas a aplicar, antes e após estes eventos. Foi neste âmbito que recebemos a Engª Catarina Lemos, doutoranda em Ciências do Mar e do Ambiente, na Universidade de Aveiro, no Coastal Response Research Center da Universidade de New Hampshire e no NOAA. No seu trabalho estuda o impacto de um potencial tsunami como o que aconteceu em 1755, na região de Aveiro e este foi já premiado pela EGU (European Geosciences Union). Foi com a sua energia e entusiasmo que cativou o público presente, o qual ajudou a compreender melhor o conceito de risco e contribuiu para que a nossa comunidade esteja mais informada e preparada. Uniu-nos a paixão pelo mar, o respeito pelas forças da natureza e a esperança de aumentar a resiliência das nossas comunidades costeiras.